City Catalys

Ficha Técnica: 

Entidade Promotora: EFACEC ENERGIA – MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ELÉCTRICOS S.A.

Entidades copromotora:  EFACEC Engenharia e sistemas, S.A., EFACEC ELECTRIC MOBILITY, S.A., ALTICE LABS, S.A., Ubiwhere, Lda, ADYTA, Lda, JSCRAMBLER, S.A., NOS Comunicações, S.A, Associação Porto Digital, Associação Porto Business School – U.Porto, CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, Associação Fraunhofer Portugal Research,  Universidade Nova de Lisboa, Centro de Computação Gráfica, Instituto de Telecomunicações, Universidade do Porto, INESC TEC, TICE.PT, Universidade do Porto – Faculdade de Engenharia

Instrumento: SI I&DT Empresarial (Programas Mobilizadores)

Investimento: 7.944.383,70 €

Cofianciamento FEDER: 5.082.748,51 €

Data de Inicio: 01/07/2020

Data de conclusão: 30/06/2023

Entidade Cofinanciadora: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI), Programa Operacional Lisboa (PO Lisboa)

Entidades Financiadoras: 

 

Os desenvolvimentos científicos e tecnológicos no domínio das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) estão a contribuir de forma inequívoca para o crescimento sustentável das cidades a nível mundial, tornando-as mais inteligentes e sustentáveis. De facto, o mercado global das Smart Cities encontra-se em franco crescimento, apresentando um CAGR de 14,8%, estimando-se um crescimento de 350 mil milhões de euros em 2020, para 700 mil milhões de euros em 20251 . Tecnologias como o 5G e a Internet of Things (IoT), têm contribuído para a melhoria da eficiência dos serviços urbanos, colmatando algumas das principais lacunas existentes ao nível da energia, mobilidade, segurança, privacidade e sustentabilidade ambiental, mas há ainda um longo percurso a percorrer.

O projeto mobilizador “City Catalyst – Catalisador para cidades sustentáveis” visa investigar e desenvolver novos produtos, processos e serviços com elevado potencial, contribuindo para uma gestão urbana integrada, eficiente e catalisadora da inovação, a partir de contribuições específicas para a implementação e interoperabilidade das plataformas urbanas.

O projeto estrutura-se em 5 linhas de I&D principais, pioneiras na ótica das Cidades Inteligentes e Sustentáveis, que serão desenvolvidas em consórcio, ao longo de 36 meses:

  1. Infraestruturas de sensorização, comunicação e processamento computacional;
  2. Segurança e privacidade da informação;
  3. Modelos de dados e interfaces;
  4. Processos de inovação aberta e cocriação para a competitividade das cidades inteligentes;
  5. Desenvolvimento de sistemas que promovam a sustentabilidade nas cidades.

Como resultado, pretende-se desenvolver 5 Demonstradores nas cidades do Porto, Aveiro, Guimarães, Famalicão e Cascais, no intuito de validar o funcionamento de, pelo menos, 21 novos produtos, processos e serviços, resultantes das atividades de investigação e desenvolvimento tecnológico e inovação do projeto CityCatalyst. Pretende-se, assim, dotar as cidades portuguesas de novas capacidades, para que se tornem palco de referência para outras cidades mundiais.